quinta-feira, 3 de julho de 2014

A elite




TÍTULO: A Elite
AUTORA: Kiera Cass
EDITORA: Seguinte

Depois de minha experiência maravilhosa com A Seleção, embarquei rapidamente em A Elite, segundo volume da trilogia.

Em A Elite, restam seis garotas no castelo, entre elas, America se mantém e é a favorita do príncipe. Aos poucos, decidida a dar uma chance à Maxon, ela se aproxima dele, passando mais tempo com o garoto e conhecendo-o melhor. Mas à medida que se torna mais próxima dele, algumas atitudes do príncipe irão fazê-la duvidar dele e de seus próprios sentimentos. A presença familiar de Aspen não ajudará muito no meio da confusão de sentimentos dela.

Como se tudo isso não bastasse, o castelo está sofrendo constantes invasões rebeldes que estão preocupando a todos e ameaçando a vida da família real e das garotas da Seleção.

O texto se mantém ágil, com vocabulário simples e muita ação, e o livro pode ser devorado tão rapidamente quanto o primeiro!

Fonte

Porém, enquanto o primeiro volume parecia mais focado no romance, no triangulo Aspen – America – Maxon, esse começa a apresentar com maior clareza o caráter distópico, através de atos de terrorismo contra o castelo e de algumas descobertas de America.  Podemos ter uma boa ideia, ao longo do livro, de que há algum grave problema no país de Illeá.

Fechei o livro com força. Estava confusa e frustrada. Havia algo que eu não sabia? Derrubar que sistema? Escravizar pessoas? Por acaso a estrutura do nosso país não era uma necessidade, mas uma conveniência? Página 253

Com isso, temos novos questionamentos e reflexões possíveis, apesar de, como no volume anterior, não haver um foco tão profundo nisso.
Ao mesmo tempo, o romance se desenvolve bem, apesar de, como na maioria das séries, sofrer seus altos e baixos e de America ficar em dúvida entre os dois garotos.

No dia seguinte, observei Maxon discretamente durante o café da manhã. Fiquei imaginando o quanto ele sabia sobre as pessoas que perdiam suas castas no sul. Apenas uma vez ele olhou na minha direção, mas parecia mais interessado em algo próximo a mim do que propriamente em mim.
Página 152

Continuo gostando muito da America, ela é uma personagem cheia de atitude e que apesar de ter muitas qualidades, também tem defeitos e dúvidas.

Estou ansiosa pelo terceiro volume, que será lançado esse ano, e descobrir o desfecho do triângulo amoroso e do futuro do país fictício. Eu torço para America ficar com Maxon, acho que o Aspen foi meio babaca no primeiro livro e que na verdade, ele foi o primeiro amor dela, mas que agora ela ama o Maxon. Mas, enfim, isso é o que eu quero, não significa que será o que acontecerá no final da história.

Nenhum comentário: