sábado, 7 de dezembro de 2013

[Manias de leitora] Escolhendo um livro para ler




Poucas sensações são tão gostosas quanto a que você sente na hora em que bate os olhos num livro e decide “vai ser esse”! Escolher um livro para ler é subjetivo, mágico e excitante. Ao optar por um título, você está escolhendo entrar naquele mundo e conhecer aquela história, porque de alguma maneira ela conseguiu te seduzir. E para essa mágica acontecer, diversos fatores podem influenciar: capa bonita, sinopse instigante, lembrar de uma resenha que tenha elogiado aquele livro ou tudo isso junto.

Nas minhas escolhas de leitura, sempre me vejo envolvida por todos esses fatores. Primeiro, namoro a capa do livro, então leio a sinopse para ver se a história é promissora. Resenhas que li contam um pouco nessa hora, porque dependendo do que já sei a respeito do livro, me sinto mais o menos tentada a lê-lo naquele momento. Em alguns casos, o nome do autor influencia minha escolha fortemente: se já li algo desse escritor de que tenha gostado, é bem possível que o livro que estou analisando seja lido.

Como a maioria dos leitores, sempre tenho milhões de opções, vários títulos que gostaria de ler algum dia, e o momento de analisar todas as opções e selecionar uma delas é precioso pra mim. Tenho a impressão de que todos os leitores tem seu sistema para seleção dos livros para ler e que cada um tem seus próprios critérios para ordenar suas leituras. Sei que muitos mantém listas de leituras ou metas em seus blogs ou perfis do Skoob, mas eu sou particularmente desordenada com relação ao que ler. Vejo muitas sinopses, leio muitas resenhas, e vou guardando na cabeça os títulos que me parecem promissores.  Mas eu preciso olhar para o livro, tê-lo em mãos e pensar “é agora” para ler, de fato um determinado título. Tirando as leituras da faculdade, que exigem certa ordem e que devem ser feitas por serem exigências da formação que escolhi, leio um livro quando quero, porque estou com vontade. Ou seja, eu leio o que eu quero ler naquele momento. Quando estou triste ou desanimada, vou procurar uma história leve e divertida, quando estou mais inspirada, algum clássico ou livro mais denso e diferente, quando quero me inspirar, algum livro do Tolkien sempre cai bem.

Me dando essa liberdade de ler o que eu realmente estou a fim de ler, não encaro as minhas leituras como obrigações e consigo aproveitá-las ao máximo!  Pode ser que para outros leitores, ter um sistema mais organizado para escolher leituras possa parecer mais adequado, mas eu não consigo escolher livros de outra forma.Tentei manter listas algumas vezes, mas nunca funcionou pra mim. Então, continuo fazendo minhas escolhas repentinas e me surpreendendo com muitos bons livros pelo caminho.

Então, essas são as minha manias na hora de escolher os livros que vou ler. E pra vocês, como funciona essa escolha?

***

Então, pessoal, essa é a estréia de uma nova coluna que vou manter aqui no blog. Assim como as minhas leituras, ela será completamente desordenada e vou postá-la quando surgir algum novo tópico a respeito de manias relacionadas com leitura. Espero que tenham gostado da ideia.

Aproveito para avisar vocês que o livro Paredes Vivas, da autora Rosa Mattos, está em promoção na Amazon! É possível baixar o livro gratuitamente até o final do dia de hoje, acessando ESSE LINK. Aproveitem! :) 

2 comentários:

Patrícia Sebastiany Pinheiro disse...

É verdade, antigamente eu decidia que ia ler tal livro porque é bem famoso, bem conceituado, aí, na obrigação de ler, acabava não pegando gosto. Agora estou tentando me deixar bem livre também para ler o que der vontade, como puro lazer mesmo, aí a coisa flui!

Parabéns pelo blog :)

Se gostas de ler, dá uma olhadinha no meu blog, lá publico crônicas de minha autoria:
http://patriciapinheirotextos.blogspot.com.br/

Beijos!!

Camila Deus Dará disse...

Hahaha, é verdade, escolher o livro é mágico. Temos tantas opções, sempre, então decidir qual será o da vez é muito legal, embora algumas vezes torturante, pois como disse, são muitas opções.
Eu fico em dúvida, na maioria dos casos vou pela capa ou título, mas também venho muitas resenhas e já li muito livro por conta delas. :)

Beijos, Niki. :)