quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Romeo X Juliet




Eu tenho fases para as coisas de que gosto. Tem semanas em que leio compulsivamente, em outras, escrevo. Recentemente, retomei um outro passatempo, a partir de uma gripe realmente forte e que me deixou meio desanimada: assistir animes. No ano passado assisti vários deles: Inuyasha, Fushigi Yuugi, Sakura Card Captors e Tsubasa Reservoir Chronicle, em especial. Todos eram muito bons, mas acabei fazendo um hiato no que diz respeito a esse tipo de animação. Então, com minha gripe a toda e sem vontade de ler ou escrever, resolvi procurar alguma série curtinha para assistir. Acabei optando por Romeo X Juliet, da qual nunca tinha ouvido falar, mas que tinha uma premissa interessante.

O anime toma como base o clássico de Shakespeare acrescentando vários agravantes para o drama dos amantes desafortunados e alguns elementos mágicos (por exemplo, existem cavalos alados que são usados pelos soldados e nobres e uma árvore mágica que está ligada à existência da terra).

Julieta é a única sobrevivente do massacre da família Capuleto, cometido por um Montechio, que tem a intenção de dominar o reino de Neo Verona, tomando o lugar do Duque Capuleto.
Julieta, que na época era uma criança pequena, é salva por alguns criados leais da casa de seus pais e é criada na casa de Willian (Sim, o Shakespeare), filho de uma mulher da nobreza, sob o nome de Odin e se vestindo como um menino, apesar de não conhecer sua história. Inconformada com a injustiça que muitos cidadãos sofrem, ela se fantasia de Vendaval Vermelho para fazer justiça nas ruas, mas em uma de suas ações, é encurralada pelos soldados de Montechio. Por coincidência, ou não, Romeo, o filho do duque, passeava por ali em seu Pégaso e a ajuda a fugir.

Pouco depois, ao entrar numa festa de máscaras no castelo, Julieta volta a encontrá-lo e com olhares intensos, começam a se apaixonar. A partir daí os dois se cruzam algumas vezes e já estão apaixonados quando descobrem que são descendentes de famílias rivais. É então que os dois farão sua promessa de amor eterno e tentarão mudar o mundo em que vivem, para poderem viver o amor que têm um pelo outro.

Já havia lido a peça de Shakespeare e não é minha favorita do autor, mas eu realmente gostei da forma como essa adaptação conduziu sua história, expondo os personagens como muito mais fortes do que na peça e com muito mais desejo de modificar a situação que envolve suas famílias.

Fora isso, achei muito legal o fato de os personagens secundários receberem nomes de personagens do Shakespeare de outras obras, como Petruchio, Ofélia e Hermione. A própria participação de Shakespeare, muitas vezes como conselheiro amoroso de Julieta, foi muito bem pensada.

Gostei muito da adaptação, dos personagens (especialmente Tebaldo... Se tornou meu favorito) e deixo a sugestão para quem ficou curioso. O anime pode ser encontrado AQUI.

3 comentários:

paula juliana espindola da silva disse...

Seguindo!! Amei o Blog!!

Retribui??

http://overdoselite.blogspot.com.br/

https://www.facebook.com/overdoselite

Bjus!!

Dayenne Vieira disse...

Já havia ouvido falar desse anime, mas achei que não era interessante e passei por alto. Mas agora, vendo sua opinião, não é que parece ser bom?
Ah, é tão legal ver blogs que além de livros, falam de animes também <3
Estou seguindo!
Um beijão,
Dayenne Vieira.

http://um-momentoasosblogspot.com

Eduardo Prota disse...

"existem cavalos alados que são usados pelos soldados e nobres e uma árvore mágica que está ligada à existência da terra" - fiquei especialmente curioso com o anime agora, haha. Parece muito interessante!
Bom trabalho! Seguindo!
Eduardo Prota

http://infinimundos.blogspot.com.br/