quinta-feira, 1 de agosto de 2013

A garota que eu quero


Página do livro no Skoob
        Alguns autores acabam se tornando meus queridinhos e por isso, acabo lendo muitos livros deles. É o caso de Markus Zusak, que me conquistou com A menina que roubava livros e O Azarão. Como gostei muito de ambos, fiquei louca para ler A garota que eu quero, tão logo soube do lançamento.
        Esse livro continua contando a história de Cameron Wolfe, o protagonista de O Azarão. Pelo que posso perceber, essa história se passa cerca de dois anos depois dos fatos narrados no primeiro livro, mas não há problema em ler esse livro sem ter lido o anterior, pois ele não segue exatamente uma sequência. O irmão de Cam, Rubem, se tornou popular e forte, tendo várias namoradas seguidas. Ele ainda é o melhor amigo do irmão, que tem a mania de andar pelas ruas da cidade e é considerado estranho, por ser muito quieto e observador.
        Cam acaba sentindo algo diferente por uma garota, Octavia, que teve um curto namoro com seu irmão. E é através de seu relacionamento com ela que ele vai conseguir superar seus sentimentos de inferioridade e começar a se libertar e se mostrar para o mundo.
        Essa uma história sobre sentimentos e sobre as transformações da vida. Sobre como nossos relacionamentos, sejam na família ou amorosos, se alteram e se fortalecem com o tempo e como eles modificam a nossa própria identidade.
        Novamente, gostei muito da profundidade dos personagens: é impossível não se identificar com eles ou com a realidade que o autor coloca em sua obra. E o melhor de tudo essa realidade é colocada de forma poética através do olhar de Cameron.
        A escrita de Zusak é muito sensível e é o principal fator que me atrai em seus livros. Apesar de o livro ser leve e fácil de ler, ele levanta reflexões, nos faz pensar sobre a vida, sobre nossas relações e sobre nossos sentimentos. Por tudo isso, gostei muito dele e provavelmente, logo lerei algum outro romance do Markus Zusak. Não é a toa que o autor faz muito sucesso: seus livros são realmente ótimos. 

***

        O autor respondeu algumas perguntas de fãs brasileiros, que foram publicadas no site da editora Intrínseca, responsável pela publicação de alguns dos livros do autor. Clique aqui para ler a entrevista.

***
        Não esqueçam de se inscrever no sorteio! Lembrando que o prêmio são dois livros e um kit de marcadores. As inscrições podem ser feitas até 07/08, então corram lá no POST COM O REGULAMENTO e saibam como participar. 

4 comentários:

Naty Araújo disse...

Depois que li o livro "A menina que roubava livros" virei fã do cara, ele é muito bom.
Esse livro parece não ser diferente.
Ótima resenha. Gostei do blog

M&N | Desbrava(dores) de Livros

Livros e Café disse...

Acabei de comprar esse livro numa promoção do submarino e já estou ansiosa para ler. Li o Azarão e não gostei muito, espero gostar mais deste.

Lindo o blog!

Beijos

http://livrosecafelatte.blogspot.com.br/

Camila Deus Dará disse...

Já tinha visto esse livro e me interessei mais por causa do escritor. Eu nunca li nada dele, mas todo mundo fala bem. Quero muito ler esse livro e A Menina que Roubava Livros também.
Obrigada pela dica, esse livro parece mesmo ser legal!

Beijos :)

Graziella Mafraly disse...

Olá, Amore.
Passei para ver as novidades e quase choro por ter perdido a promoção.... Promoções não acolhem aqueles que dormem (rs...), mas sei que não faltará oportunidades.
Li a resenha e fiquei muito curiosa. Sempre quis ler A menina que roubava livros, mas é uma daquelas coisas que sempre deixamos para depois... e depois.
Um dia eu chego lá.
Grande beijo e ótima semana.