quarta-feira, 3 de outubro de 2012

O hobbit

Oi, pessoal.
Em dezembro, estréia nos cinemas a primeira parte da adaptação cinematográfica do livro O hobbit de J.R.R. Tolkien e achei que era uma boa oportunidade para falar um pouco sobre ele, apesar de ser uma tarefa muito difícil, já que Tolkien é um dos meus autores preferidos.
Hobbits são seres muito parecidos com um ser humano, porém, são de estatura menor que um anão. Vivem num local tranquilo da Terra Média (mundo criado por Tolkien) chamado Condado, e não costumam gostar de aventuras, preferindo viver confortavelmente em suas tocas, com muita comida.

Bilbo Bolseiro.

Bilbo Bolseiro é um hobbit como qualquer outro: tem uma toca confortável, chamada Bolsão, e é muito respeitado. Tudo muda quando o mago Gandalf bate em sua porta. Ele propõe a Bilbo uma aventura: acompanhar um grupo de anões até a Montanha Solitária, onde pretendem reaver um tesouro que foi roubado pelo dragão Smaug. O hobbit hesita, mas acaba aceitando a proposta e acompanha-os.

Os anões.

As aventuras de Bilbo levarão aos fatos descritos na trilogia O Senhor dos Anéis, que já foi adaptada para o cinema.
A riqueza de detalhes é um dos fatores que tornam esse livro especial. Tolkien criou um mundo a parte, com mapas, idiomas próprios, povos e uma história e O hobbit foi o primeiro livro publicado sobre esse universo novo e fantástico. Nenhum outro autor conseguiu criar algo tão grandioso e por isso, respeito e admiro os livros dele.
Além disso, os personagens são marcantes e é impossível não se identificar em especial com algum deles ou torcer para que consigam se livrar dos muitos problemas que encontram em sua jornada.
Ler qualquer um dos livros de Tolkien é viajar por um mundo fantástico, através de guerras, amores, tragédias e aventuras. É uma experiência de leitura única e especial.

Gandalf.

As imagens foram retiradas DESSE LINK.

Até a próxima.

3 comentários:

HONORATO, Sandro disse...

Bom dia :)
Como vai?
O Hobbit *--*
Quero ler o livro antes de ver o filme que deve ser um sucesso né? :p

Beijos e cuide-se

Isie Fernandes disse...

Acredita que não li nada do Tolkien, Niki? E olha que todo mundo fala bem dele. Na verdade, nunca fui muito chegada à literatura fantástica, mas admito que criar um mundo completo, com não sei quantas línguas e tudo mais, é muita competência mesmo.

Amei o post, vou gostar do filme. Ah, mudou o template, hein? Ficou ótimo! ;)

PS. Tem sorteio da Coleção Completa de Cinquenta Tons lá no blog.

Beijos,

Isie Fernandes - de Dai para Isie

Graziella Mafraly disse...

Bom Dia, Nicole.

Amo jogar RPG, em estilo antigo, onde tem dados, folhas de papel e muita aventura. Os personagens são baseados no mundo fantástica de Tolkien (hoje já existem outras vertentes com vampiros, lobisomens, tecnologias... mas o sistema é o mesmo).

Bom, esse mundo foi pano de fundo de dois livros que escrevi. Sabe, aquele que a gente nem acredita que saiu mesmo de nossas cabeças?

O post ficou ótimo. Vai ser uma boa pedida quando estrear.

Vim agradecer suas palavras em meu blog. Meus amigos virtuais estão me mimando bastante e isso está surtindo um bom efeito para a auto estima (rs...)

E como diz a Dori de Procurando Nemo: "Continue a nadar, continue a nadar..."

Grande Beijo.