quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Ao balde, ratinhos!



Era um dia quente de verão e os ratos da casa do Maurício procuravam uma sombra para descansar e afastar o calor.
Quando chegaram perto da calçada, encontraram o balde vermelho cheio de água com sabão, que mais cedo a Filomena usara para lavar a roupa e tinha deixado ali para usar depois em outra tarefa.
Cassiano foi o primeiro a se aproximar. Subiu pela alça e se atirou na água fresquinha. Seus amigos o seguiram e pularam na água com satisfação.
Brincaram e nadaram por algum tempo, antes que a Filomena aparecesse e soltasse um grito daqueles e virasse o balde, fazendo a água escorrer e os bichinhos com ela, indo parar na calçada.
Os bichinhos molhados logo se puseram a correr para a grama, fugindo das vassouradas da mulher e quando se viram seguros no meio de uma couve-flor, riram juntos daquela diversão. Que tarde gostosa de verão!

***
Olá! Aqui está o primeiro conto do Ratinho Cassiano desse ano. Espero que gostem dele! Demorei para publicar novamente porque tenho me dedicado à um projeto de romance e os contos acabaram sendo deixados de lado... Vou tentar manter o blog mais atualizado pra vocês e em breve talvez conte algumas novidades sobre o projeto e apresente alguns personagens por aqui. :) 

2 comentários:

Adérito Mazive disse...

Não conheço os outros contos do Cassiano (prometo lê-los), mas gostei deste.
Força no seu romance. Eu também estou escrevendo um.
Abraço.

Isie Fernandes disse...

Ah, legal. Não sabia que você escrevia contos sobre um ratinho. Gostaria de ler os outros.

Beijos,

Isie Fernandes - de Dai para Isie