segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Pela janela


Os olhos de Viviana estudavam pela janela o que se passava do outro lado da rua. Havia na pracinha um grupo de crianças que brincavam com baldinhos e pás, construindo o mais lindo castelo de areia do mundo. E como eram felizes, sorrisos no rosto e mãozinhas sujas de terra. Mas Viviana tinha uma boneca feita de porcelana cara, que estava sentada na mesinha de chá, imaculada, cabelos bonitos e penteadas. Vivi usava vestido cor-de-rosa, enfeitado, e anelzinho de pérola. Tinha um castelo cor-de-rosa cheio de torres e uma carruagem de princesa, mas o que não daria por um pouco de areia!

***
Olá! O miniconto do post de hoje foi escrito para a Oficina de Escrita Criativa da qual estou participando, ministrada pelo professor Marcelo Spalding, e foi publicado no Blog da Oficina.
Viram no post anterior que minha segunda participação em livro será lançada no dia 26 desse mês? Trata-se de um outro conto que publicarei numa antologia da Andross, "Tratado secreto de magia - volume II". Logo haverá mais informações aqui nas postagens do blog e na página "Livros" ali em cima.

Até a próxima!

Um comentário:

Rosa Mattos disse...

olá Niki,

Bom miniconto. Delicado, sensível. Deixa uma pontinha de dó pela menina que tem os melhores brinquedos, mas gostaria mesmo de ter algo simples como um pouco pouco de areia pra brincar.

Bom final de semana../E parabéns pela nova antologia. \o/