segunda-feira, 12 de setembro de 2011

O último suspiro: XII - último adeus

Anteriormente...:Parte 1 - Parte 2 - Parte 3 - Parte 4
Parte 5 - Parte 6 - Parte 7 - Parte 8 - Parte 9 - 
Parte 10 
Parte 11



O último suspiro
XII: Último adeus
O caixão foi baixado até o fundo do buraco. O padre disse algumas palavras e Alberto largou a mão de terra, seca, arenosa. Nenhuma rosa.
Esperou, parado ao lado, que todos atirassem flores, chorassem um pouco... Aos poucos os familiares foram se dissipando, indo para casa. O céu já estava escuro, choveria logo.
Ficou até que todos tivessem partido. Olhou para o amontoado de terra que cobria o buraco. Era o fim.
Arrumou o chapéu na cabeça e virou-se para ir embora. 

Nenhum comentário: