quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Devorador da morte - final

Olá! Abaixo, o epílogo do conto...

O devorador da morte
Parte 3 


-Já basta, Cristine! – A sra. Matheson estava pálida. Que diabrura! Esse homem, esse animal... Céus!
Cristine fez uma careta.
-Disse que não era uma história agradável.
-Ainda bem que o detiveram. – A sra. Matheson se recompôs. – Assim poderemos dormir e andar com mai tranqüilidade.
-Sinceramente, mamãe, depois disso, eu ficaria ainda mais preocupada. Nunca sabemos do que um ser humano é capaz...
-Ah, cale-se minha filha. Assim nos mata do coração. Preciso de ar fresco.  – Declarou, deixando as filhas.
-Mamãe é muito impressionável, não é? – Cathy questionou a irmã.
-Um pouco, mas ela tem razão por temer. Há tanto que não entendemos... Tanto mal nesse mundo e que vivemos.
-Mas eu não acredito em fantasmas.
-Não é deles que devemos ter medo, Cathy. É dos vivos... – O ar sombrio com que Cristine disse isso, fez Cathy sentir um calafrio. La levantou-se e se juntou a mãe, deixando Cristine para trás, remoendo seus relatos e tentando ela mesma apaziguar seus medos. 

Nenhum comentário: